Associe-se Agora

Aqui! Associe-se Já!

Quais as vantagens de associar-se ao IBCO?

Agregar valor à sua carreira e oportunidade de crescimento.

Estar em contato com as ferramentas mais modernas da Administração e com as práticas contemporâneas da consultoria no Brasil e no mundo. Poder situar-se no universo da consultoria e firmar relacionamentos, conhecer empresas e pessoas bem-sucedidas. Participar de cursos exclusivos e ter a possibilidade de ofertas de trabalhos. A condição de praticar a Tabela de Honorários de Consultoria reservada, feita por pesquisa exclusiva do IBCO em todo o mercado. Poder ter acesso ao processo de certificação internacional CMC – que representa máxima qualidade e reconhecimento da capacidade e experiência do profissional junto a comunidade de consultores no Brasil e no Mundo.

Podem associar-se ao IBCO, os profissionais que atuam como Consultores de Organização.

O Consultor de Organização é o indivíduo que fornece assistência e aconselhamento independente sobre processos de Gestão, Administração de Pessoas e Clientes contribuindo com a solução de problemas e desenvolvimento das melhores práticas de gestão alinhadas ao negócio do contratante.

O Consultor de Organização Profissional exerce a atividade como a sua profissão investindo no seu autodesenvolvimento tanto nos processos de gestão/ administração quanto no processo deconsultoria de organização aderindo e pautando a sua conduta pelo Código de Ética da Associação Profissional que representa os Consultores de Organização (IBCO).

Um consultor associado ao IBCO goza de maior reputação junto a diversas organizações privadas e governamentais, por extensão da imagem de isenção e pela seriedade do trabalho do Instituto ao longo de sua existência. Empresas de todos os portes há anos vêm apostando no trabalho do IBCO e no de seus associados, com bastante êxito.

Ser um associado do IBCO caracteriza merecimento de respeito e acesso a conhecimento e atualização no mundo da consultoria. Um facilitador que multiplica informações, relacionamentos, oportunidades, exclusividade, comportamento, notoriedade e seriedade.

O Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização – IBCO é uma entidade sem fins lucrativos, desde 1968 congrega empresas de consultoria e consultores profissionais independentes. E vem reciclando e formando especialistas de alto nível para atender demandas que mereçam o respeito da sociedade empresarial brasileira e internacional.

Para se associar é bastante simples, basta pagar a anuidade (conforme a categoria mais adequada) e anexar a documentação exigida conforme a categoria de associação (vide abaixo). Depois disto o Diretor responsável fará uma análise e checagem das evidências anexadas com vistas a subordinar o referido profissional a Diretora Nacional, que aprovará (ou não) o pretenso associado, conforme a veracidade das evidências anexadas.

Uma vez associado, o profissional assume compromisso com a missão do Instituto, zelando por seu Código de Ética e seguindo seus objetivos e metas.

A principal atividade da associação é a pesquisa permanente sobre técnicas, tecnologias, ferramentas, ética e qualidade do setor de consultoria. A discussão crítica dos desafios e oportunidades na área produzem informações disponibilizadas aos associados. A verificação de competências para o exercício da consultoria atesta o aval do Instituto quanto à qualificação técnica e à postura ética.

O Instituto possui, como objetivos maiores: conscientizar e esclarecer a sociedade brasileira sobre a importância da atividade de consultoria organizacional e técnica; aprimorar os padrões de competência dos consultores profissionais, divulgando as melhores práticas de trabalho e realizando cursos de capacitação e de atualização; incentivar a utilização da prática de consultoria em todos os setores; estimular o processo associativo de consultores profissionais; ampliar a visibilidade do Instituto nas academias, entidades profissionais e empresariais, governos e terceiro setor; e zelar pela obediência ao Código de Ética do Consultor.

O IBCO espera que o consultor agregue à sociedade e ao mercado “preparo, alta capacidade profissional, conduta ética, respeito e confiança para atender aos desafios mais exigentes do mercado”.

Desde 2001, o IBCO passou a ser um IMC Brazil (Institute of Management Consultants Brazil), a única entidade brasileira reconhecida internacionalmente.

Desde 2003 o IBCO é membro permanente do ICMCI (International Council of Management Consultants Institutes), e seu representante exclusivo formal no Brasil. (www.cmc-global.org).

O ICMCI é a maior entidade de consultoria do planeta e membro consultivo das Nações Unidas. Representa 40 países (incluindo o Brasil – pelo IBCO).

Em setembro de 2015 o IBCO esteve representado no congresso do ICMCI na Europa representando assim os consultores brasileiros.

O IBCO é auditado a cada três anos pela respeitável instituição internacional ICMCI quanto às práticas de admissão e de certificação dos profissionais certificados CMC. Em seu nome administra o processo de certificação de Consultores de Organização que confere reconhecimento e reciprocidade por todos os institutos membros do ICMCI.

Os associados que desejarem, se inscrevem e se submetem ao processo de certificação CMC. Sendo aprovados no distinto processo (monitorada do exterior), recebem pelo IBCO e ICMCI a denominação de CMC (Certified Management Consultant). Há no Brasil diversos CMC’s até o momento (Associados Certificados CMC).

Neste sentido, os associados certificados pelo IBCO com título de CMC possuem reconhecimento e reciprocidade por parte dos mais de 40 institutos internacionais filiados ao ICMCI. Um fortíssimo diferencial competitivo para um mercado enorme.

O IBCO oferece networking com profissionais de consultoria do Brasil e em mais de 40 países representados no ICMCI, dando dimensão internacional a todas as suas atividades.

Seus Estatutos Sociais e o Código de Ética estão devidamente registrados em cartório (4º Tabelião de Notas de São Paulo), podendo ser consultados no Estatutos e Código de Ética IBCO.

O Instituto realiza periodicamente a sondagem de Honorários e de Tendências da Consultoria, utilizadas como referencial para consulta por empresas privadas, públicas e do terceiro setor da Tabela de Honorários praticada por categorias diferentes de Consultores e Consultorias. E, pelo permanente contato com os seus pares internacionais, mantém banco de dados de referências e estatísticas atualizadas sobre a atividade no mundo.

Tudo em proveito da consultoria e de você, consultor associado. Por um mercado em expansão.

– – –

 

Categorias de Associação

As categorias para afiliação são listadas a seguir:

 

A1E – Empresa de Consultoria com 1 consultor

A1 – Empresa de Consultoria com 2 consultores

A2 – Empresa de Consultoria com 3 a 15 consultores

A3 – Empresa de Consultoria com 16 a 50 consultores

A4 – Empresa de Consultoria com 51 a 200 consultores

A5 – Empresa de Consultoria com mais de 200 consultores

B1 – Consultor Autônomo

B2 – Consultor Interno

D – Membro Institucional: reservada às organizações de direito público ou privado que, atuando ou não na área, desejam se vincular ao Instituto a fim de colaborar com o fortalecimento da Consultoria de Organização.


Documentação necessária para evidenciar a experiência e competências do profissional que deseja se associar

O pretendente a associado deve preencher o Formulário de Associação pelo site conforme sua categoria mais adequada. Na parte final do Formulário de Associação são requeridos que sejam anexados os documentos necessários conforme sua categoria. Reproduz-se a seguir a lista de documentos necessários, por categoria:


Consultor Autônomo – B1

  1. Atestado de Capacidade Técnica (discriminando período, área de atuação, resultado e qualidade do serviço prestado);
  2. “Curriculum Vitae” atualizado e/ou perfil profissional do Linkedin atualizado;
  3. Exemplares de trabalhos publicados (livros, monografias, teses, artigos etc), se houver;
  4. Cópia do certificado de conclusão de curso superior e outros (Pós-Graduação, Mestrado, Doutorado, Livre-Docência, Especialização);
  5. Cópia do RG (frente e verso);
  6. Cópia do CPF (frente e verso);

 

Consultor Interno – B2

  1. “Curriculum Vitae” atualizado e/ou perfil profissional do Linkedin atualizado;
  2. Carta da empresa onde trabalha, comprovando sua função;
  3. Exemplares de trabalhos publicados (livros, monografias, teses, artigos etc), se houver;
  4. Cópia do certificado de conclusão de curso superior e outros (Pós-Graduação, Mestrado, Doutorado, Livre-Docência, Especialização);
  5. Cópia do RG (frente e verso);
  6. Cópia do CPF (frente e verso);

 

Empresas de Consultoria – A1E / A1 / A2 / A3 / A4 / A5 (conforme quantidade profissionais alocados)

  1. Cópia do contrato social da empresa;
  2. Atestado de Capacidade Técnica (discriminando período, área de atuação, nome do consultor, resultado e qualidade do serviço prestado);
  3. “Curriculum Vitae” dos sócios ou dos sócios responsável preponderante nas atividade de consultoria;
  4. Perfil da empresa (um documento que descreva as principais especialidades e áreas de atuação da empresa fazendo referência ao site da empresa, caso houver);
  5. Exemplares de trabalhos publicados (livros, monografias, teses, artigos etc), se houver;
  6. Cópia do certificado de conclusão de curso superior e outros, dos sócios e consultores (Pós-Graduação, Mestrado, Doutorado, Livre-Docência, Especialização);
  7. Cópia do cartão de CNPJ da empresa;
  8. Cópia do RG e CPF pessoal (frente e verso) dos sócios e consultores (fazer único arquivos contendo todos estas cópias);

 

Membro Institucional – D

  1. Perfil da organização (um documento que descreva as principais especialidades e áreas de atuação da empresa fazendo referência ao site da empresa, caso houver);
  2. Contrato social;
  3. Trabalhos publicados, se houver;
  4. Indicações de clientes ou envio no mínimo 3 atestados técnicos;
  5. Documentos dos sócios e dos consultores: curriculum, certificado do curso superior, CPF e RG.

 

Direitos e Deveres

Para conhecer seus Direitos e Obrigações de Associado, consulte o Estatutos e Código de Ética IBCO.

Os deveres e direitos dos associados constam nos artigos 20º e 21º do Estatuto Social, respectivamente. Resumidamente, o Associado tem:

Direitos

  • Participar das atividades do Instituto;
  • Votar nas Assembleias Gerais;
  • Divulgar, inclusive em seus impressos e trabalhos, sua condição de membro do IBCO;
  • Utilizar em seus impressos, trabalhos e material de divulgação, o logo do IBCO;
  • Ser votado para cargos da Diretoria;
  • Propor novos membros.

Deveres

  • Cumprir e fazer cumprir fielmente os Estatutos Sociais e as resoluções da Diretoria;
  • Cumprir e zelar pelo cumprimento do Código de Ética;
  • Pagar pontualmente as contribuições financeiras;
  • Prestar as informações necessárias para a organização e atualização dos dados fundamentais do seu cadastro junto ao IBCO;
  • Colaborar com o IBCO em tudo o que for necessário para o cumprimento dos seus objetivos;
  • Tomar parte das Comissões Técnicas para as quais forem designados.

 


Os Membros Institucionais – D

No sentido de viabilizar sua auto-sustentação, pesquisas, desenvolvimento e maximizar os resultados de suas ações, decorrentes de sua missão, os estatutos estabelecem a figura do associado Membro Institucional – D, tal qual institutos similares no mundo;

Artigo 6º – Categoria D – Membros Institucionais, categoria reservada às organizações de direito público ou privado que, atuando ou não na área, desejam se vincular ao Instituto a fim de colaborar com o fortalecimento da Consultoria de Organização;

Artigo 9º – Para ser membro nas demais categorias (no caso Membros Institucionais – D), as empresas, entidades ou profissionais deverão atender aos requisitos estabelecidos, conforme o caso, pela Diretoria, “ad referendum” da Assembleia Geral.

  • São benefícios para o Membro Institucional – D:
  • – Ligar seu nome e imagem à organização que tem sua imagem e nome respeitados em nível nacional e internacional;
  • – Ligar seu nome e imagem a um movimento que busca o desenvolvimento das organizações, pessoas e do país;
  • – Divulgar sua marca institucional no site – com link (visão nacional ou internacional), newsletter, e outros instrumentos de divulgação ou eventos do Instituto, atingindo clientes de consultoria e profissionais da atividade, com o perfil e capacidade de multiplicação já conhecidos;
  • – Patrocinar pesquisas e eventos do Instituto – a combinar caso a caso; e
  • – Estabelecer campanhas mais específicas conforme sua estratégia – a combinar caso a caso.

 

 

Questão Custo X Benefício

Os valores das anuidades estão alinhados aos outros institutos do Brasil e mundo, se comparados aos de outras classes – principalmente o quanto alguns conselhos cobram anualmente de pessoas jurídicas. Se então computados no caso de empresas com vários consultores, o valor individual é praticamente irrisório.

 

E quanto cada Consultor Autônomo Paga por Ano? R$ 2 mil?

Veja abaixo.

 

Anuidade por Categoria de Associação

Eis os valores da anuidade para as diferentes categorias de associações:

Porte Descrição Anuidade – R$ Associe-se
B1 Consultor Autônomo R$  640,00 Preencha aqui
B2 Consultor Interno R$  640,00 Preencha aqui
A1E Empresa de Consultoria com 1 consultor R$  640,00 Preencha aqui
A1 Empresa de Consultoria com 2 consultores R$  1.200,00 Preencha aqui
A2 Empresa de Consultoria com 3 a 15 consultores R$  1.920,00 Preencha aqui
A3 Empresa de Consultoria com 16 a 50 consultores R$  2.560,00 Preencha aqui
A4 Empresa de Consultoria com 51 a 200 consultores R$  5.200,00 Preencha aqui
A5 Empresa de Consultoria com mais de 200 consultores R$  9.200,00 Preencha aqui
D Membro Institucional de R$ 2.560,00 a R$ 20.000,00 Fale conosco

© Copyright 2015 IBCO. Design New Brand Solution